Beach Class Magazine


The Post - A Guerra Secreta: Direção de Steven Spielberg concorre a 2 Oscars

Voltar Por Grazielle Torquato

Em um tempo em que a imprensa norte-americana é atacada de várias formas por seu presidente e tendo a imagem de uma geradora de falsas notícias, ou em que a própria imprensa brasileira perde sua credibilidade diante do público por produzir futilidades, The Post – A Guerra Secreta chega em um bom momento.

 

Ben Bradlee, interpretado por Tom Hanks e Kay Graham interpretada por Meryl Streep, com sua equipe de jornalistas (Foto: Divulgação)


 

The Post – A Guerra Secreta (que estreou no Brasil dia 25) abordando a investigação iniciada pelo The New York Times, à qual posteriormente se somou o The Washington Post, a respeito de outro capítulo da história universal da infâmia. Trata-se do vazamento de alguns relatórios internos do Pentágono que revelavam o conhecimento absoluto e cínico de vários presidentes dos Estados Unidos (incluindo o enaltecido e santificado John Kennedy) de que a Guerra do Vietnã estava perdida desde o começo, o que não impediu que, em nome do estratégico enfrentamento a um novo foco do comunismo, fossem sacrificadas as vidas de 58.000 soldados norte-americanos e de 1,5 milhão de vietnamitas, incluindo uma enorme população civil.

 

"The Post" concorre a dois Oscars: melhor filme e melhor atriz (Foto: Divulgação)

 

Meryl Streep dá um show de interpretação, vivendo a personagem fascinante e visionária a dona do jornal, Kay Graham, revelando uma química incrível com Tom Hanks que protagoniza Ben Bradlee, chefe de redação do veículo à época, resume o dilema: “se deixarmos de publicar essa informação [os documentos sigilosos], o governo Nixon já ganhou a disputa, porque nos ditou o que publicar ou não”. A liberdade de imprensa é prevista na 1ª emenda à Constituição dos EUA, que garante aos cidadãos daquele país liberdade religiosa, de expressão, de imprensa, de reunião e de questionar os poderes instituídos na Justiça.

 

The Post: A Guerra Secreta, em cartaz nos cinemas de todo o Brasil (Foto: Divulgação)

 

Responsável pela direção do longa, Steven Spielberg fez um trabalho refinado, entregando uma produção que vai além do óbvio. O filme ainda concorre a dois Oscars: melhor filme e melhor atriz (Meryl Streep).


 

Gostou? Veja o que separamos para você:

"Cinquenta Tons de Liberdade" chega aos cinemas de todo o Brasil

Santos será palco de homenagem à Vinícius de Moraes e Fernando Pessoa

Rio Santos Bossa Fest acontece no próximo fim de semana