Beach Class Magazine


Fernanda Keller, a triatleta que fez história sem se preocupar com o cronômetro

Voltar Por David Marcelino

Única atleta do mundo a disputar o Campeonato Mundial de Ironman por 22 anos consecutivos. Seis vezes terceira colocada na prova do Havaí, uma das mais conhecidas. Fernanda Keller esteve entre as dez melhores do planeta por, nada mais, nada menos, que 14 vezes, mas quando questionada sobre qual seu melhor tempo ela, com certeza dirá que não faz a menor ideia.

 


Fernanda Keller ficou 14 vezes entre as 10 melhores atletas do mundo (Foto: Mundo Tri)

 

 

A atleta conta que nunca teve essa fixação pelo tempo, que o que sempre teve e continua tendo, é uma enorme vontade de fazer o seu melhor. Que, enquanto todas as suas amigas estavam indo à praia, saindo à noite, ela preferia treinar pois a vontade de fazer melhor era maior que qualquer outra.

 

Quando esteve pela primeira vez no Mundial de Ironman no Havaí, lá em 1987, aos 24 anos, a atleta não tinha ideia de como o corpo reagiria a uma prova dessa magnitude. Nunca na vida tinha nadado 3,8 km, pedalado 180 km e corrido uma maratona na sequência, uma modalidade atrás da outra. E tinha apenas um número como referência. Diz que já estaria feliz se completasse a prova sem se arrastar, mas, um amigo disse que precisava ser muito bom para completar a prova em menos de 11 horas e ela mal acreditou quando conseguiu.


A única preocupação de Fernanda, durante toda a sua carreira, foi fazer o seu melhor (Foto: Divulgação)

 

Levou a medalha de bronze na sua categoria e nunca mais abandonou o pódio. Em 1994 ganhou conquistou o terceiro lugar na classificação geral e viciou em ser a representante do Brasil. Repetiu o terceiro lugar no pódio em 95 e de 97 a 2000, sendo o melhor tempo 9h24m30s, em 1999. Nessa fase, treinava seis vezes por semana, entre quatro e oito horas todos os dia, normalmente, praticando dois esportes na sequência. Se fixou entre as melhores do mundo por 32 anos.

 

Estendendo o auge de um triatleta, que costuma ser entre os 30 e 40 anos, Fernanda Keller estabeleceu o recorde mundial como a mulher mais velha a ganhar um título de Ironman aos 44 anos. Em 2013 voltou à Kona como convidada para disputar o Iron e receber uma homenagem como Lenda do Esporte , um presente de 50 anos.

 


Em 2013 recebeu o prêmio de Lenda do Esporte, em Kona, no Havaí (Foto: Divulgação)

 

“Só consegui me manter tanto tempo como profissional porque fazia todo o treino pela manhã e deixava algum tempo livre para as outras coisas da vida. Nunca prometi um tempo exato, mas sempre chegar ao final com a certeza de que fiz meu melhor”, relembra Keller.

 

 

Gostou? Veja o que separamos para você:

Paulo Vilhena e suas paixões: a atuação, o mar e o surf

Blogueira e mãe, Thaís Santos compartilha eventos e atividades infantis na Baixada Santista

Fernando Torquatto, o homem por trás das lentes e dos pincéis