Beach Class Magazine


Organize sua vida financeira e comece 2018 com mais dinheiro

Voltar Por David Marcelino

Se matricular em uma academia, fazer uma viagem para o exterior, começar um curso de inglês. Começo de ano é sempre assim, aquele momento para, respirar, analisar e refazer planos, mas, na verdade, todos eles dependem de um só: organizar a bagunça da vida financeira.

 


A chave é organizar a vida financeira (Foto: Divulgação)

 

Especialistas são unânimes e categóricos: para realizar metas, alcançar objetivos,  é necessário saber onde você está. Quanto você possui de reserva financeira? Quais são as dívidas que tem? Quanto ganha e gasta por mês?

 

Em contrapartida, as metas são o pano de fundo do orçamento. De nada adianta anotar seus gastos ou levantar preços e não usar isso para nada. O primeiro passo é definir o que você quer para a sua vida para, só então, elaborar um orçamento. Saber para onde está caminhando é essencial.

 


Saber o quanto se ganha e se gasta é o primeiro passo (Foto: Divulgação)

 

Parece evidente, mas, acredite, muita gente não tem ideia de exatamente quanto ganha. Isso porque leva em consideração o salário bruto, não o salário líquido, que é aquele que efetivamente cai na conta depois de serem descontados os impostos. Levante seu salário líquido e outros rendimentos, como aluguel e pagamentos de trabalhos freelancers. Vale lembrar que o limite do cheque especial e do cartão de crédito não são uma extensão da renda.

Observe os gastos que você teve nos últimos três meses para checar quais contas estão sempre aparecendo e ter uma ideia de quanto você costuma gastar com despesas variáveis. Pode facilitar ter os extratos bancários e as faturas do cartão de crédito em mãos Liste também todas as dívidas, incluindo as parcelas do cartão de crédito e de financiamentos.


Realizar sonhos é incrível (Foto: Divulgação)

Somente depois de dar preços aos seus sonhos, será possível visualizar o tamanho da reserva que você precisa construir. O ideal é guardar um valor equivalente a entre três e seis meses de renda, mas não se paralise por isso. Esse é o ponto ideal onde você deve chegar, não o ponto de saída.

Sem metas, a tentação de fazer qualquer coisa com o dinheiro é maior. Por isso, defina planos de curto, médio e longo prazo e pesquise quanto custam esses objetivos. Para isso, uma dose de autoconhecimento será necessária. Faça um esforço para fazer planos para além de 2018, se não, você nunca vai conseguir construir nada na sua vida.

 

Gostou? Veja o que separamos para você:

 

Aplicativo permite alugar carro com preço fixo mensal e sem limite de quilometragem  

 

Wi-Fi Mesh promete levar internet para todos os cantos de sua casa

 

Comunicação e liderança juntas no sucesso de sua empresa