Beach Class Magazine


Em “Fazendo as pazes com o corpo” Daiana Garbin fala de transtorno alimentar, aceitação e superação

Voltar Por David Marcelino

A jornalista Daiana Garbin, que se tornou youtuber e está à frente do canal EuVejo na plataforma digital, lançou há um mês o livro onde narra sua luta contra o transtorno alimentar que tem desde os 12 anos, “Fazendo as pazes com o corpo”. Recentemente, em um programa matutino de variedade, Daiana dividiu com o público um pouco de como foi sua jornada até o momento, onde ela reconhece que ainda não está curada.

 


Daiana Garbin e o livro “Fazendo as pazes com o corpo” (Foto: Felipe Nyland)

 

Daiana tomou remédios para emagrecer por longos 16 anos achando que seu corpo era inadequado. Ela só abandonou os inibidores de apetite depois de um ultimato de seu marido, o apresentador Tiago Leifert, às vésperas do casamento.

 

“Um dia eu cheguei em casa e ela começou a brigar muito comigo. A gente nunca briga. Sou uma pessoa tranquila e ela está sempre de bom humor. Em vez de eu responder o que ela estava falando, perguntei: ‘Você está tomando remédio para emagrecer, né?’”, conta ele.
 

Garbin conta que demorou bastante para procurar ajuda médica e que hoje ajuda outras mulheres com o problema. Eu demorei 20 anos para procurar ajuda médica. A gente duvida que tenha uma doença e que precisa de ajuda . A gente se culpa por ter um problema com a alimentação. É um sofrimento. Por isso faço esse trabalho, para alertar. Tem que procurar ajuda médica, não é bobagem. São doenças psiquiátricas”, afirmou ela.

 


Daiana é casada com o apresentador Tiago Leifert (Foto: Roberto Filho)

 

O transtorno alimentar traz o sofrimento com a alimentação, por isso Daiana aproveita e também faz um alerta para o julgamento de outras pessoas sem responsabilidade. "Cerca de 30% das pessoas com obesidade têm compulsão alimentar. Às vezes, a gente julga essas pessoas e esquece que elas podem ter esse problema", ela alerta.

Em “Fazendo as pazes com o corpo”, Daiana Garbin fala abertamente sobre todo o processo de sofrimento, descoberta e a importância da busca por tratamento médico e apoio da família. Antes de procurar ajuda, ela fez dezenas de dietas malucas para emagrecer, além de três lipoaspirações e durante toda a vida adulta tomou remédios para emagrecer e laxantes.


“Fazendo as pazes com o corpo” está à venda em todas as livrarias do país (Foto: Divulgação)

A jornalista e youtuber faz um alerta especial aos pais de jovens e crianças que mantêm relação conflitante com a comida e são obsessivos pela forma física. “Eu recebo muitas mensagens de meninas adolescentes dizendo que os pais não compreendem o transtorno alimentar. Uma doença que soa como um grito de adolescentes que, muitas vezes, “tentam se sentir parte de alguma coisa”, colocam a saúde em risco e aí é que mora o perigo, finaliza.

Gostou? Veja o que separamos para você:

Brilhe com as paletas de sombras inspiradas no tarô  

Fique por dentro das técnicas para manter a beleza de suas unhas  

Psicólogo cria playlist com as melhores canções para despertar