Beach Class Magazine


Volvo XC40 chega ao Brasil em março do ano que vem

Voltar Por David Marcelino

A Volvo está contando os dias para a chegada de 2018. O XC40, o novo SUV compacto da montadora sueca, chega às concessionárias brasileiras no mês de março, prometendo se tornar o carro mais vendido da empresa em todo o país. E, inclusive, este lançamento já tem preço inicial para a pré-venda, que inicia em janeiro: R$ 169.950 na versão de entrada T4. Porém, a versão mais completa T5 R-Design vai custar R$ 209.950.

 


Volvo XC40 (Foto: Divulgação)

 

O novo modelo será comercializado em três versões diferentes :T4, T5 Momentum e T5 R-Design, com duas opções de motor : T4 2.0 turbo, que renderá 190 cv com tração dianteira, e T5 ( com turbo e compressor mecânico), de 254 cv com tração integral. O câmbio é automático de oito marchas nos três carros.

 

Medindo 4,42 metros de comprimento e 1,86 metro de largura, o Volvo XC40 tem um porte parecido com o de seus concorrentes. O porta-malas está dentro do tamanho médio da categoria: 460 litros. O preço, no entanto, está mais agressivo do que o de seus rivais, demonstrando o desejo da montadora de colocar o SUV compacto como seu modelo mais vendido no Brasil. A empresa acredita que suas vendas no país irão crescer 50% com a chegada do novo carro, saltando de quatro mil para seis mil carros por ano.

 


Volvo XC40 (Divulgação)

 

No designer o XC40 segue a fórmula dos seus irmãos maiores XC60 e XC90. E de lá que vêm as linhas simples e bem definidas. Os faróis de led que dão vida ao desenho do martelo de Thor - fazendo referência ao deus da mitologia escandinava. Na traseira, os para-choques são unidos ao porta-malas, mas o destaque fica mesmo por conta das lanternas verticais com leds contínuos.

 

No lado de dentro também segue o mesmo esquema dos outros SUVs da montadora. Minimalista, funcional, com poucos botões e materiais de ótima qualidade. Igual  ao XC60 e XC90, o grande destaque da cabine é o sistema de conectividade e entretenimento Sensus - um dos melhores do mercado - acessado por uma tela sensível ao toque de nove polegadas, semelhante a um Ipad na vertical. Nele estão as funções do ar-condicionado digital, bancos aquecidos, GPS, sistema de som e integração com Android Auto e Apple Car Play. Estes recursos também podem ser acionados por comando de voz.

 


Volvo XC40 (Foto: Divulgação)

 

No entanto, a plataforma modular é inédita e tem o nome de CMA , que é a única arquitetura que, até o momento, será compartilhada com os produtos da chinesa Geely, controladora da Volvo. Além disso, essa nova base dará origem aos demais produtos da série 40: como a nova geração do V40 e do novo sedã S40.

Ainda que menor e desenvolvida para os produtos de entrada da Volvo, a CMA foi capaz de acomodar todas as tecnologias presentes nos utilitários maiores XC60 e XC90. Além dos sistemas de condução semi-autônoma, há espaço para a introdução de um conjunto mecânico híbrido, que deve chegar ao mercado até o final do ano.


 

Gostou? Veja o que separamos para você:

Os prós e os contras do estepe temporário  

Ferrari lança super carro, o FXX-K Evo

Com visual menos chamativo, C4 Cactus chega ao Brasil em 2018