Beach Class Magazine


Técnica de relaxamento leva gatos para as aulas de yoga

Voltar Por David Marcelino

Eles miam, ronronam, atacam rabos de cavalo, se enroscam, correm em disparada por toda a sala procurando coisas que só eles vêm. E, apesar disso, os gatos são uma presença surpreendentemente relaxante durante uma aula de yoga.

yoga_gatos_6.jpg
Os gatos não são treinados, participam da forma que desejarem das aulas (Foto: Divulgação)

O yoga é uma atividade relacionada a estar no momento e os gatos estão neste momento o tempo todo, é o que dizem os instrutores de yoga do Meow Parlour, que junta um abrigo para gatos e um café em Lower Manhattan que, exatamente como em muitos outros lugares do país, oferece aulas de ioga na companhia de gatos.

As sessões de ioga têm o objetivo de relaxar, mas também ajudam a trazer pessoas que tenham a intenção de adotar um bichinho de estimação, já que os gatos que passeiam pela sala, normalmente, estão disponíveis para adoção Outras aulas com inspiração em animais incluem ioga com cães, cabras e coelhos. Entretanto, a versão com os gatos foi a que ganhou um grupo pequeno, mas bastante fiel de fãs.

gato-yoga-4.jpg
Os gatos ficam livres por todo o ambiente (Foto: Divulgação)

As aulas nunca são iguais umas às outras. Tudo depende do grupo de gatos e da hora do dia, é o que afirma uma das donas do Meow Parlour e da padaria afiliada, a Macaron Parlour, ambas no Lower East Side. As aulas que acontecem à tarde costumam ser mais relaxadas, porque os gatos estão sonolentos e só ficam olhando. Em contrapartida, nas aulas da noite, quando estão esperando a hora do jantar, os felinos costumam ser bem mais brincalhões.

Ingrid King é blogueira de gatos e praticante de reiki, que é uma terapia alternativa baseada na ideia de transferir energia de uma pessoa para outra, ou no caso de King, de pessoas para gatos. Embora ela prefira fazer Pilates, considera que a yoga tem tudo a ver com o universo dos gatos. Diz que a energia dos gatos é uma coisa maravilhosa.

16114594_1904488579775124_7734947873564440631_n.jpg
Os bichanos estão presentes até no momento da meditação (Foto: Divulgação)

O Meow Parlour, que cobra US$6 pela entrada de meia hora no café e entre US$20 e US$22 por aulas de ioga. Recebe vários pedidos de turistas que querem agendar uma aula durante suas visitas a Nova York. Os praticantes são orientados a não levarem seus próprios tapetes de ioga, já que a chance eles serem danificados pelas unhas afiadas é muito grande.

 

Gostou? Veja o que separamos para você:

Tênis une esporte e saúde em uma só modalidade

Enófilos, os amantes de um bom vinho

Santistas largam tudo pelo sonho de viver no exterior