Beach Class Magazine


Tênis une esporte e saúde em uma só modalidade

Voltar Por David Marcelino

Uma quadra de tênis é um convite bastante óbvio ao tradicional esporte de inglês, com uma pitada francesa e que conquistou todo o mundo. A prática traz inúmeros benefícios à saúde. Em uma hora jogando tênis, o atleta queima aproximadamente 600 calorias. Nesse sentido, é um esporte tão eficaz quanto, por exemplo, a corrida.

 

service-tennis.jpg
O tênis pode ser praticado em quadras de saibro, grama ou, nas conhecidas, rápidas (Foto: Divulgação)

 

Nascido no século XIX, o tênis passou por diversas transformações até ser o esporte que conhecemos hoje. Abraçado pela aristocracia europeia, disputou espaço com outra modalidade bastante praticada na época: o croquet. Tanto que um tradicional clube britânico, o All England Croquet, passou a ser chamado de All England Lawn Tennis and Croquet Club. Trata-se do local onde, até hoje, é realizado o Torneio de Wimbledon.

 

Não demorou muito para a criação de entidades nacionais e da federação internacional. Com regras, enfim, definidas, o primeiro torneio aconteceu em 1877, na Inglaterra. O primeiro jogador a dominar o circuito foi o britânico W. Ravenshaw, o criador da técnica do voleio. Campeão pela primeira vez em 1881, ele colecionou troféus por sete anos consecutivos.

 

23163759_10214997917805515_1964580470_n.jpg
O engenheiro Lucas Simões Peniche e Mariana Daher (Foto: Reprodução/ Instagram)

 

O tênis é tido como um esporte completo por trabalhar diferentes músculos e desenvolver o condicionamento aeróbico e anaeróbico. Pernas, braços, costas e abdome são trabalhados ao mesmo tempo durante a prática. Os diferentes movimentos em diferentes velocidades testam uma variedade de músculos e, consequentemente, os fortalecem e garantem massa muscular.

 

O santista Lucas Simões Peniche pratica o esporte há dois anos. Conta que sempre teve vontade até que, um dia, começou e não parou mais. “Meus primos e meus irmãos fizeram aula. Meu avô jogava tamboréu. Sempre que eles jogavam, eu pegava na raquete para brincar. Até que, por incentivo de um tio, entrei na aula, gostei bastante e até hoje faço aula. Virou um vício”. Lucas diz que tenta incentivar a sua namorada a ser sua dupla também nas quadras, mas ela ainda não se apaixonou pelo esporte.

 

kuerten-rio-2017-wednesday.jpg
Gustavo Kuerten é o brasileiro mais relevante dentro do esporte (Foto: Divulgação)

 

O tênis estreou logo na primeira edição dos Jogos Olímpicos, em 1896, em Atenas. Até 1924, os títulos olímpicos foram basicamente dominados por britânicos, franceses e norte-americanos. Em Amsterdã-1928, a modalidade não fez parte do programa olímpico e só retornou em Seul-1988.

 

A partir dos Jogos de Sydney-2000, o tênis olímpico passou por uma alteração fundamental. O torneio começou a contar pontos para o ranking da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), atraindo os principais nomes do esporte, que antes desdenharam as Olimpíadas para priorizar a preparação para outros torneios. Em edições recentes, tenistas consagrados entre os melhores do mundo conquistaram o ouro olímpico: o espanhol Rafael Nadal, em Pequim-2008, e o britânico Andy Murray, em Londres-2012.

 

Gostou? Veja o que separamos para você:

Enófilos, os amantes de um bom vinho

Santistas largam tudo pelo sonho de viver no exterior

Bem-vindo à era dos digitais influencers