Beach Class Magazine


FESTIVAL SANTISTA DE TEATRO COMEÇA EM SETEMBRO

Voltar Por David Marcelino

Já tem data para começar o “Festa - Festival Santista de Teatro”. Entre os dias 1º e 7 de setembro, serão encenados na cidade espetáculos de todo o país. O “Festa” é o festival de teatro mais antigo do Brasil e destaca a diversidade cênica ao dar espaço à espetáculos dos mais variados gêneros e formatos, inéditos ou não, para público adulto e infanto-juvenil, em linguagens como o circo-teatro, teatro musical e teatro de rua.

 

FESTA-58-CRED-SANDER-NEWTON51.jpg

Festival Santista de Teatro começa no próximo dia 1º de setembro (Foto: Sander Newton)

 

Na edição deste ano terá como seus palcos principais o entorno da Praça dos Andradas, como o Teatro Guarany, a Vila do Teatro, a Cadeia Velha e outros espaços públicos.

Os selecionados para a Mostra Nacional são os espetáculos: Fim de tarde (Teatro de Caretas, de Fortaleza), Teorema (grupo Xix de T, de São Paulo), Tekoha - ritual de vida e morte do deus pequeno (Teatro Imaginário Maracangalha, de Mato Grosso do Sul) e O show do Pimpão (Brava Cia., de São Paulo).

 

o-Evangelho-segundo-JesusRainha-do-Ce?u-foto-ligia-jardim.jpgO Evangelho Segundo Jesus,Rainha do Ce?u (Foto: Lígia Jardim)

Também participam: Um canto para Carolina (Os Inventivos, de São Paulo), O evangelho segundo Jesus, rainha do céu (Corpo Rastreado, de São Paulo) e Urubu no ar (Cia. Quase Cinema, de Taubaté). As atrações da Mostra Nacional têm suplência de Patética (Cia. Estável de Teatro, de São Paulo), Neverland ou as (in)existentes faixas de Gaza (Cia. Artehúmus de Teatro, de São Paulo) e Fulano & Sicrano (Centro Teatral Etc. e Tal, do Rio de Janeiro).

Já a Mostra Regional traz as peças: Aurora (Cia. Arueiras do Brasil, de Praia Grande), Pretume (Baobá Coletivo de Arte, de Santos), Obá de Xangô (Teatro do Pé, de Santos), O Dia D’elas (Bella Cia., de Santos), Guaiá de todos nós (Cia. Burucutu, de Itanhaém), #república, muito além q’ 4 paredes (Coletivo 302, de Cubatão), e Zona! (O Coletivo, de Santos). Tem como suplentes os espetáculos De volta ao luto (Cia. Lorena, de Cubatão), O homem que suava pérolas (Grupo Tep, de Santos) e Negrinha (Cia. do Imaginário, de Santos).

 

Teorema-21-Foto-Jonatas-Marques.jpg
Teorema 21 (Foto: Danilo Vieira)

O festival é reconhecido pelo Governo Federal com a Ordem do Mérito da Cultura. Criado em 1958 por Pagu, o evento já revelou nomes importantes como os dramaturgos Plínio Marcos e Carlos Soffredini, e incentivar o debate e a reflexão sobre as artes e políticas culturais com outros artistas de diversos segmentos do cenário santista e nacional.

Sob o tema ‘Liberdade de Expressão’, o “Festa” tem realização do Movimento Teatral da Baixada Santista e parceria com a Prefeitura  de Santos. Os horários de cada espetáculo serão divulgados na página do festival no Facebook. A entrada é gratuita.

 

Gostou? Veja o que separamos para você:

Os dilemas da mulher moderna na tela dos cinemas em "Como nossos pais"  

Beach Class entrevista: Liniker e os Caramelows

Jazz Festival convoca vozes femininas